APARTAMENTO 180º

APARTAMENTO 180º

Tipo: Projeto de Arquitetura de Interiores
Ano: 2014 / 2015
Equipe: Arq. Marta Kessler, Arq. Martina Jacobi
Localização: Porto Alegre, Brasil
Área: 86 m²
Status: Obra Concluída

É possível girar a planta de um apartamento em 180 graus? A situação inicial era um imóvel deteriorado recém adquirido, mas com um grande potencial que auxiliamos a identificar antes mesmo da compra, além de um casal de clientes dispostos a uma grande transformação. O desafio deste projeto, além da total reforma de revestimentos e instalações, estava na própria distribuição dos compartimentos: o apartamento tinha um generoso terraço, mas ele era acessado por um dormitório, quando o ideal seria fazê-lo pela sala. A solução para otimizar o uso desse espaço foi remodelar toda a disposição dos usos na planta, a fim de privilegiar a convivência. Sala e dormitório trocaram de lugar, assim como a cozinha e o banheiro principal.

O antigo apartamento, originalmente com dois dormitórios, banheiro, sala e cozinha, foi então modificado. Piso, pintura, revestimentos, esquadrias, instalações elétricas e hidráulicas, antes totalmente comprometidos, foram substituídos priorizando a praticidade e o caráter jovem. O agora novo imóvel conta com um único dormitório com closet e banheiro privativo, cozinha integrada a um contínuo espaço de estar e jantar por onde se acessa o terraço com churrasqueira, além de um segundo banheiro – utilizado como lavabo, mas com espera para receber um chuveiro.

O bloco de serviços, onde estão contidos cozinha, lavanderia e lavabo, foi tratado como um volume único, de materiais uniformes. Está inserido no espaço de estar, com o qual faz interface por meio de seu perímetro, projetado para receber home theater, equipamentos e uma bancada. O mobiliário da sala é flexível, para permitir variações no número de usuários. A bancada de estudos na parede dobra-se e converte-se em parte em mesa de jantar, quando recebe cadeiras empilháveis. O projeto dedicou-se também a viabilizar o livre acesso da mascote do casal ao terraço, reformando a porta existente e incluindo nela uma passagem com as medidas do cão.

O dormitório deveria ser básico e funcional. Uma parede de gesso acartonado cumpre as funções de cabeceira e de setorizar as zonas de dormir e vestir, acessadas por meio de uma porta de correr com espelhos de ambos os lados. O closet, com armários abertos, inclui uma bancada com cuba, que foi sacada do compartimento do banheiro para ter seu uso independente e melhorar aproveitamento do espaço, que comportou um confortável box com chuveiro.